18 Outubro 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
Expedição zoológica organizada pelo Museu de História Natural do Funchal Versão para impressão Enviar por E-mail
01  Aproveitando a vinda à Madeira, de uma especialista austríaca em diplópodes, artrópodes terrestres conhecidos comummente por bichos-vaca, vaca-do-rei ou bicho-caco, o Museu de História Natural do Funchal organizou duas saídas de campo com o objetivo de observar, fotografar e recolher espécimes na natureza.

 O Museu de História Natural do Funchal prestou apoio logístico a uma doutoranda do Instituto de Zoologia da Universidade de Graz (Áustria), especialista em diplópodes. Popularmente, estes artrópodes terrestres são conhecidos por bichos-vaca, vaca-do-rei ou bicho-caco.

Os diplópodes (Classe Diplopoda) na Madeira apresentam uma elevada taxa de endemismos (37 taxa). São animais muito conhecidos pelo público em geral, pelo facto de produzirem substâncias químicas de defesa, através de poros existentes ao longo do seu corpo, de odor desagradável para muitos olfatos. São estas excreções, produzidas por um género específico da Ordem Julida, Cylindroiulus, constituído por 28 espécies exclusivas do arquipélago da Madeira, uma da Macaronésia e 3 espécies introduzidas, que serão alvo de análise química e comparação com as excreções de espécies europeias.

Nestas saídas, foram também efetuadas observações botânicas.

 

Galeria de Fotos

 

 

 

(Fotos de: Ricardo Araújo, Rúben Paz e Ysabel Gonçalves /DCRN; Texto de: Juan Silva /DCRN)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS