20 Outubro 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
Chace-fx chega ao fim Versão para impressão Enviar por E-mail
1 Terminou no passado mês de abril a campanha de mar para avaliação do caranguejo-da-fundura Chaceon affinis, Chace-fx. Posteriormente realizou-se um workshop sobre biologia e avaliação deste recurso no Instituto Canario de Ciencias Marinas em Canárias.

 A campanha de pesca do caranguejo-da-fundura (CHACE-FX) teve como principal objetivo a recolha de dados que permitam realizar a avaliação do potencial pesqueiro do caranguejo-da-fundura Chaceon affinis. Pretendeu-se ainda aperfeiçoar artes de pesca para crustáceos (covos bentónicos) através de experiências de seletividade (diferentes malhas) e utilização de fios vegetais, para testar os diferentes efeitos introduzidos pelas variações tecnológicas específicas acima referidas. Outro objetivo foi o de recolher exemplares para um evento gastronómico destinado ao setor pesqueiro.

A campanha Chace-fx teve a duração de 10 dias efetivos de pesca, com início a 12 de março, que devido a condições meteorológicas adversas prolongou-se até o dia 17 de abril. A embarcação “M/P Baía de Câmara de Lobos”, da frota da pesca aos pequenos pelágicos (ruama), foi alugada para esta campanha. As capturas realizaram-se com covos bentónicos, aos 600, 750 e 900 m de profundidade. Foram capturados 156 peixes ósseos das espécies Conger conger (congro), Synaphobranchus affinis (congrinho-da-fundura), Mora moro (abrótea-do-alto) e Helicolenus dactylopterus (boca-negra), 1 peixe cartilagíneo da espécie Deania  profundorum (sapata) e 182 caranguejos e camarões das espécies Chaceon affinis (caranguejo-da-fundura), Cancer bellianus (sapateira), Paromola cuvieri (caranguejola), Bathynectes maravigna (caranguejo-nadador-da-fundura), Rochinia carpenteri (do grupo dos caranguejos aranha), Heterocarpus grimaldii (camarão-cabeçudo-do-alto), Plesionika narval (camarão-da-madeira) e Plesionika williamsi (gamba-da-madeira). Infelizmente, da espécie alvo desta campanha, o caranguejo-da-fundura, capturaram-se apenas 23 exemplares.  

Esta campanha realizou-se no âmbito do projeto MARPROF (Bases para a Gestão e Valorização Gastronómica de Espécies Pesqueiras Profundas da Macaronésia), que teve início em outubro de 2009 e visa desenvolver e explorar novas perspetivas, no âmbito da exploração sustentável e valorização dos recursos marinhos profundos.

    A semana passada decorreu em Las Palmas, um workshop sobre biologia e avaliação do caranguejo em questão. Foi realizada a análise geoestatística, feita com recurso ao software GS+ Geostatistics for the Environmental Sciences, versão 9.0 da empresa Gamma Design Software. Este software permite estimar, medir e ilustrar relações espaciais entre pontos georeferenciados. Uma vez que os anos apresentavam discrepâncias, foi adiada a discussão da avaliação deste recurso. Foi ainda preparado um importante artigo científico com os dados deste recurso para os dois arquipélagos.

 

Galeria de Fotos

(Fotos de: Rui São Marcos e Tânia Faria)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS