18 Outubro 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
Noite aberta sobre Espécies Marinhas Introduzidas na Madeira Versão para impressão Enviar por E-mail
 06 No último sábado de agosto as Espécies Marinhas Introduzidas na Madeira foram o tema da Noite Aberta que teve como convidado o Dr. João Canning Clode.

 A noite aberta de 31 de agosto à qual assistiram cerca de quatro dezenas de pessoas, teve início às 20h, como é hábito, com uma visita guiada às instalações da Estação de Biologia Marinha do Funchal, permitindo ao visitante conhecer as diferentes áreas de investigação aqui desenvolvidas, os laboratórios e a sala de coleções marinhas de estudo e referência do Museu de História Natural do Funchal.

Às 21h decorreram as palestras, iniciadas com a apresentação “As atividades da Estação de Biologia Marinha do Funchal” por Mafalda Freitas, Diretora da Estação que apresentou de seguida o Doutor João Canning Clode. Nascido no Funchal em 1978, licenciou-se em Biologia pela Universidade da Madeira em 2005. Nesse mesmo ano rumou à Alemanha para fazer um Doutoramento em Ciências Marinhas e Oceanografia biológica. Em 2009 venceu uma bolsa de investigação da Smithsonian Institution nos EUA para estudar espécies marinhas exóticas durante 3 anos. Em 2011 regressa a Portugal como Investigador do Centro do IMAR da Universidade dos Açores. Neste momento encontra-se sediado na EBMF do Funchal.

Na sua palestra sobre as Espécies Marinhas Introduzidas na Madeira explicou que um dos mecanismos de transferência (vetores) mais importantes para a redistribuição de espécies marinhas no globo é o transporte marítimo, principalmente através das águas de lastro assim como através da incrustação em cascos de navios.  Durante 6 anos de programa de monitorização,  registou-se um total de 49 espécies das quais 16 foram classificadas como sendo espécies não-indígenas. Nove destas 16 espécies constituem novos registos para todo o arquipélago da Madeira. Briozoários e tunicados figuravam entre os grupos taxonómicos mais frequentes enquanto outros grupos como as esponjas e cracas estavam também presentes mas em menor número.

A iniciativa foi dirigida a toda a família e enquanto os pais assistiam às palestras realizaram-se atividades (jogos didáticos e desenhos sobre o tema) para crianças.
 
As “Noites Abertas” decorrem todos os anos nos meses de Verão, desde 2007. O objetivo é mostrar ao público o que se faz neste laboratório, tanto na componente da investigação, como na componente da educação ambiental ligada ao Mar.

A próxima noite aberta decorrerá no dia 28 de setembro com o tema “Cais do Carvão passado e presente”.

 

Galeria de Fotos

 

(Fotos de: Luisa Costa e Manuel Biscoito /DCI e Texto de: Mafalda Freitas /DCI)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS