20 Outubro 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
Estação de Biologia Marinha e Museu de História Natural do Funchal participam na primeira campanha de mar do projeto BIOMETORE Versão para impressão Enviar por E-mail
01  Está a decorrer, desde o dia 5 de julho, nos Açores a primeira campanha de mar do projeto BIOMETORE-Biodiversity in seamounts: the Madeira-Tore and Great Meteor, coordenado pelo IPMA- Instituto Português do Mar e da Atmosfera e que contará com a participação dos biólogos Mafalda Freitas e Manuel Biscoito.

 A campanha de mar decorre durante todo o mês de julho e início de agosto a bordo do navio Arquipélago, coordenada pelo DOP/IMAR/MARE e irá estudar os montes submarinos Pico Sul, Tyro, Irving e Great Meteor, utilizando vários equipamentos, para recolher e amostrar os peixes demersais ou de fundo e os crustáceos que ocorrem nestas áreas. Por se situarem numa zona remota e de difícil acesso, em geral, estes montes submarinos são ainda mal conhecidos. Apesar disso, enquanto que os montes submarinos Tyro, Irving e Great Meteor já foram objeto de campanhas científicas anteriores, o Pico Sul continua desconhecido aos cientistas.

A primeira campanha de mar divide-se em duas pernas. A primeira perna iniciou-se no dia 5 de julho e terminou no dia 19 de julho e contou com Ricardo Sousa ligado ao grupo da DSIP (Direção de Serviços de Investigação e Desenvolvimento das Pescas). Nesta primeira perna, largaram-se 22.600 anzóis e mais de 55 km de cabos com o palangre de fundo. No caso dos covos, largou-se mais de 15 km de cabo para um total de 80 covos. No total em todas as manobras de largada e alagem dos aparelhos de pesca utilizados largaram-se mais de 140 km de cabo…mais do que dar a volta à ilha do Pico! A investigação do mar profundo é difícil e exige meios e técnicas muito próprias o que faz com que estes ambientes, que constituem mais de 2/3 do planeta terra, permaneçam ainda em grande parte desconhecidos.

Na segunda perna, desta primeira campanha, a iniciar-se no dia 21 de julho, com saída da Horta, irá participar Mafalda Freitas, Diretora da Estação de Biologia Marinha do Funchal e conservadora do Museu de História Natural do Funchal que permanecerá a bordo até o dia  2 de agosto. No final da campanha juntar-se-á na Horta, o Dr. Manuel Biscoito, diretor do departamento de Ciência e Recursos Naturais para tratar da conservação e expedição do material colhido.

O projeto BIOMETORE, coordenado pelo IPMA- Instituto Português do Mar e da Atmosfera e cofinanciado pelos fundos EEA grants, conta com inúmeros parceiros nacionais e internacionais e envolve investigadores científicos de diversas áreas. Este grande projeto pretende recolher informação nos montes submarinos do complexo Great Meteor (a sul dos Açores), do complexo Madeira-Tore (entre o Continente e a Madeira), que posteriormente serão também alvo de campanhas científicas. O objetivo geral do projeto visa aumentar o conhecimento sobre a biodiversidade destas áreas e a sua caracterização oceanográfica e será um importante contributo para fornecer informação útil ao país no âmbito da Diretiva-Quadro “Estratégia Marinha”.

A viagem do Arquipélago pode ser seguida no site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) através de notícias que irão ser enviadas durante a campanha.

 

Galeria de Fotos

 

 

(Imagem: R.Medeiros©ImagDOP; Texto de: IPMA, DOP e de Mafalda Freitas /DCRN)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS