25 Outubro 2021
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Newsletter
Estudo sobre as anémonas Versão para impressão Enviar por E-mail
08 Durante seis meses (de abril a setembro de 2015), Canning-Clode Marine Lab contou com a participação de duas alunas Sara Doolittle Llanos e Susanne Schäfer num projeto internacional sobre anémonas.

 Desde há doze anos, no ámbito do GAME (Global Approach by Modular Experimentes) o Funchal é uma das plataformas onde, em cada ano, se desenvolvem experiências relacionadas com questões ecológicas de relevância, promovidas por grupos de estudantes de diferentes nacionalidades. Este é um projeto internacional organizado pelo Helmholtz Centre for Ocean Research em Kiel, Alemanha.

Este ano somos nós, Sara Doolittle Llanos, espanhola, e Susanne Schäfer, alemã, as duas alunas responsáveis por estudar, junto com os parceiros do Brasil, Chile, Indonésia, Israel, País de Gales e Japão, os limites de temperatura de um grupo concreto de invertebrados marinhos: as anémonas.

Passados quase seis meses trabalhando com a espécie Aiptasia diaphana (espécie invasora) e Anemonia melanaster (espécie autóctone), está próximo o final da experiência, onde foi necessário aprender a cuidar e a entender os nossos animais. Para eles, construímos os nossos tanques e sistemas de circulação de água e ar, recolhendo as nossas anémonas na Quinta do Lorde e no Lido e estudamos a sua mobilidade, sua capacidade de fixação à superficie, sua reação face a estímulos, peso, tamanho, e reprodução, entre outras.

Nos próximos meses, regressaremos a Kiel para analisar, apresentar e comparar os nossos resultados com os resultados dos nossos colegas, para contestar as nossas principais perguntas: As populações de climas temperados são mais resistentes às mudanças de temperatura do que as populações de climas mais quentes? Quais são as implicações a considerar no atual quadro de câmbio climático?

Em conclusão, estes seis meses foram sem dúvida uma intensa aprendizagem, não apenas acerca das anémonas, mas também sobre a ilha, os seus habitantes, as suas particularidades.

Muito obrigado ao João Canning-Clode, ao Patricio Ramalhosa e a todos os funcionários da Estação de Biologia Marinha do Funchal por nos terem acolhido e cuidado de nós durante todos estes meses. Até breve!

 

Galeria de Fotos

 

 


(Fotos de: Sara Doolittle Llanos e de Susanne Schäfer /MARE; Texto de: Susanne Schäfer /MARE)

 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2021, Municipio do Funchal Facebook | RSS